Semana Nacional da Família inicia no domingo [veja programação]

No próximo domingo, 11 de agosto, quando é celebrado o Dia dos Pais, tem início a Semana Nacional da Família. O tema para este ano é “A família, como vai?”.

A Semana Nacional da Família é um evento anual, que já faz parte do calendário das diversas dioceses e paroquias do país a fora. A Semana da Família é promovida pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) e Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Em Pérola a programação conta com missas diárias às 20h (alguns dias às 19h), cada dia um tema diferente será tratado. Veja como fica a programação.

PROGRAMAÇÃO

Dia: 11/08/19 – Domingo – Abertura da semana da família

Tema: A família como vai?

Missa de abertura às 19h – Igreja Matriz

 

Dia: 12/08/19 – segunda-feira – Segundo dia

Tema: Matrimônio e família no plano de Deus

5:30 da manhã – exposição do Santíssimo na Igreja Matriz, permanecerá exposto para adoração até às 20h.

12h Terço da Sagrada família – Igreja Matriz

15h Terço da misericórdia pelas famílias – Igreja Matriz

20h Santa Missa –  Igreja Matriz – presença do Diácono Adilson

 

Dia: 13/08/19 – terça-feira – Terceiro dia

Tema: Família e a iniciação a vida cristã

5:30 da manhã – exposição do Santíssimo na Igreja Matriz, permanecerá exposto para adoração até às 20h.

12h Terço da Sagrada família – Igreja Matriz

15h Terço da misericórdia pelas famílias – Igreja Matriz

20h Santa Missa – Igreja Matriz – presença do Diácono Adriano

 

Dia: 14/08/19 – quarta-feira – Quarto dia

Tema: A realidade da família na atualidade

5:30 da manhã – exposição do Santíssimo na Igreja Nsª Srª de Lourdes e São João, permanecerá exposto para adoração até às 20h.

12h Terço da Sagrada família – Nsª Srª de Lourdes e São João

15h Terço da misericórdia pelas famílias – Nsª Srª de Lourdes e São João

20h Santa Missa – Igreja Nsª Srª de Lourdes e São João –  presença do Diácono Marcio

 

Dia: 15/08/19 – quinta-feira – Quinto dia

Tema: Família, vocação e juventude

5:30 da manhã – exposição do Santíssimo na Igreja Matriz, permanecerá exposto para adoração até às 20h.

12h Terço da Sagrada família – Igreja Matriz

15h Terço da misericórdia pelas famílias – Igreja Matriz

20h Santa Missa – Igreja Matriz – presença do diácono Sivanei

 

Dia: 16/08/19 – sexta-feira – Sexto dia

Tema: Família, e políticas públicas

5:30 da manhã – exposição do Santíssimo na Igreja Matriz, permanecerá exposto para adoração até às 20h.

12h Terço da Sagrada família – Igreja Matriz

15h Terço da misericórdia pelas famílias – Igreja Matriz

20h Santa Missa – Igreja Matriz

 

Dia: 17/08/19 – sábado – Encerramento da semana da família

Tema: Família, defensora da vida

5:30 da manhã – exposição do Santíssimo na Igreja Matriz, permanecerá exposto para adoração até às 20h.

12h Terço da Sagrada família – Igreja Matriz

15h Terço da misericórdia pelas famílias – Igreja Matriz

20h Santa Missa – Igreja Matriz

 

SEMANA DA FAMÍLIA PELO BRASIL

Origem

A Semana Nacional da Família teve seui início em 1992. Ela surgiu como uma resposta ao desejo de que fosse realizado algo em defesa e promoção da família, cujos valores vêm sendo agredidos sistematicamente na sociedade.

Mês vocacional – vocação matrimonial

A Semana Nacional da Família é realizada sempre na segunda semana de agosto, mês vocacional, tendo início com o Dia dos Pais e o domingo em que a Igreja no país celebra a vocação matrimonial.

“A família, como vai?”

O tema para 2019 é “A família, como vai?”.

Com ele procura-se “indicar a necessidade da família vivenciar uma profunda experiência de Jesus e da sua Palavra para conseguir vencer os desafios e dificuldades que encontra em seu caminho, e assim compreender seu papel evangelizador na Igreja e na sociedade”.

Para o assessor nacional da Comissão Vida e Família, Padre Jorge Alves Filho, esta pergunta, “A família, como vai?”, continua sendo “também para a Igreja um desafio não só por causa da complexidade que responder a ela envolve, mas principalmente porque também o mundo parece esperar a resposta para ajudá-lo a não ferir mais a própria família que, não deixou de ser a célula da sociedade”. (JSG)

Comentários